Suprisul apoia projeto Conectados do Lar Santa Maria


Com a doação de 18 notebooks ao projeto, a Suprisul ajudará jovens do sertão baiano a terem acesso ao ensino a distância durante a pandemia.

Fundada em 1976, o Lar Santa Maria é uma entidade privada sem fins lucrativos. Nasceu em São Paulo com a missão de atender a população infanto-juvenil em situação de vulnerabilidade social.

Em 2007, as missionárias espanholas do Lar Santa Maria iniciaram uma caminhada para o município de Itiúba, na Bahia. Lá, apoiadas pela Fundação Pioneiros Rioja (Espanha), construíram o Centro de Formação de Jovens, voltado para atender jovens e adultos do sertão baiano — região com desafios e necessidades dos serviços básicos, como transporte, saúde, educação e estrutura de internet.

O espaço é composto por biblioteca; quadra esportiva, onde são ministradas oficinas de marcenaria e de horta; e um laboratório de informática, onde são oferecidas atividades digitais para a população local.

Durante a pandemia, as missionárias do Lar Santa Maria tiveram a iniciativa de buscar doações e novas parcerias para o projeto, a fim de atender 250 jovens que necessitavam de equipamentos de informática e acesso à internet para conseguirem realizar cursos e dar continuidade ao ano letivo escolar. Assim nasceu o projeto Conectados aprendemos, conectados resistimos.

Apoiando a iniciativa, a Suprisul realizou a doação de 18 notebooks, em Itiúba – BA, que serão entregues até o fim da primeira quinzena de julho deste ano. O projeto permitirá que estes jovens sigam estudando de casa, com segurança, sem se exporem aos riscos do coronavírus.

Paralelamente a esta ação de inclusão digital, as missionárias também estão engajadas em iniciativas para arrecadar alimentos aos mais necessitados.

Para saber mais sobre o Lar Santa Maria e suas obras, acesse: ‹www.larsantamaria.org›.

Suprisul trabalhando por um mundo melhor!